Living and learning, as always

nordwood-themes-1066398-unsplash

Photo by NordWood Themes on Unsplash

Happy New Year, dearest followers!

I know I’m late to the party, but I wanted to share with you what I’ve been up to.

After more than a half year later (seven months, to be more precise), here I am, writing on my own blog. We did have guest posts and the Greatest Women in Translation interviews (though not with the normal frequency either), but I, myself, haven’t written on the blog since June last year. Time flies, huh?

Although I didn’t feel inspired to write an end-of-the-year post with a review of the past year and resolutions to the year to come (hello, 2019!), I gave it a lot of thought.

Professionally, 2018 was a great year!

  • I earned a dream direct client.
  • I received some amazing and rewarding feedback on my work (as a translator, as a blogger and as a conference speaker).
  • I let go of tasks and clients that were not doing me good.
  • I increased my workflow with a dear overseas translation agency I work for.
  • I worked closely with a dear colleague and friend on two joint projects.
  • I was invited and presented a webinar for the members of PEM (Panhellenic Association of Translators).
  • I curated the TranslationTalk rotation curation Twitter account.

However, as I always say, our work is not everything in life. And even though I am a strong advocate of a work-life balance, even I learned a few things this past year.

  • I need two vacations a year; one is not enough. Apart from taking a month-long vacation in April/May (European trip, attending the BP and the ITI conferences), I will spend a week at the beach with my family next month and plan on taking some time off in the second semester as well.
  • Working from home being single and living by myself silently took its toll this year and I learned that living a balanced life is not enough; we also need to go an extra mile and care for our mental health. Working and living alone is great, but socializing is necessary. Anyone up for a chat or a coffee? For those who live in Europe, I’ll be in the UK, Bologna and Stockolm in April/May. Let’s meet!
  • We should never wait for Monday or a new year to start something. I finally started yoga in December and will start taking Italian classes again next month.
  • We need to reduce our online time. Scrolling social media is not a way of relaxing; on the contrary, it is not doing us any good. I’m trying very hard to avoid scrolling social media for no reason and I keep on turning my mobile off to read a book every night in bed.
  • No matter what people say we should or should not do, either personally or professionally, essentially, we have to be true to ourselves first and foremost. We are the only ones who truly know what works and doesn’t work for us, and we should respect that.
  • Even when we think we have a perfect life, there is always room for improvement.

Since I am still trying to truly get to know myself and identify what can be improved and what needs to be changed, I do not have any resolutions this year. I am going with the flow and changing as I go.

I still believe the New Year is great to revitalize, but even more importantly is constantly living and learning and changing as we go, truly getting to know and deeply understanding ourselves and identifying what is good and bad for us. As a one-man/woman business, we owe it to our professional life, but most importantly to ourselves.

What have you learned in 2018? What would you like to change in 2019?

Advertisements

Guest post: Alimentação saudável como freelancer

Sejam bem-vindos de volta a mais uma publicação convidada!

Tivemos uma pequena alteração este mês: a publicação convidada trocou de data com a entrevista. Portanto, teremos a série Greatest Women in Translation no dia 10, com a Alison Entrekin.

É com grande prazer que apresento a vocês minha nutricionista, Cyntia Galante. Como não só de tradução vive o tradutor freelance, resolvi convidá-la para falar sobre alimentação saudável.

Seja muito bem-vinda, Cyntia!

alberoni 3

Imagem fornecida pela autora.

Trabalhar em casa e me alimentar bem? Como?

Que a alimentação saudável deve fazer parte da nossa rotina todos já sabem, mas por quê? O alimento é responsável pela prevenção e tratamento de doenças, bom desempenho na atividade física esportiva, controle do peso corporal, estados de alergias e intolerâncias alimentares e redução de fatores de risco para doenças crônicas. Alimentação também é parte importante do tratamento de doenças, como hipertensão, diabetes, dislipidemias, cardiopatias, doenças renais, hepáticas, etc. Com o passar dos anos, o corpo sofre transformações. Além disso, o sedentarismo tem se tornado constante, principalmente entre os adultos e idosos.

Mas como manter uma alimentação saudável nos dias de hoje, principalmente com pessoas que têm seus escritórios instalados dentro de casa?

Separei algumas dicas pra vocês conseguirem se organizar melhor!

  • Organize os horários das refeições: comece com a primeira refeição assim que você acorda e tente organizá-las de 3 em 3 horas. A rotina de horários fará com que você sinta fome em horários mais padronizados evitando, assim, possíveis beliscos fora de hora ou longos períodos em jejum.
  • Coloque o seu celular para despertar no horário das refeições. Quando nos envolvemos com o trabalho, é comum nos esquecermos do tempo e, quando percebemos, o dia já acabou e fizemos apenas uma refeição.
  • Planeje as refeições do próximo dia na noite anterior. Isso minimiza a possibilidade de beliscos por falta de ideia do que escolher para comer ou falta de opção saudável.
  • Tenha sempre o planejamento de todas as refeições da semana, principalmente se você cozinha e almoça e janta em casa. Vá ao supermercado com uma lista de compras semanal e compre apenas o necessário. Quanto mais planejada a sua compra de supermercado for, menos tentação você terá em casa, além de não correr o risco de ficar sem nada para preparar e acabar pedindo algum fast food.
  • Hidrate-se!!!! Água é fundamental para o bom funcionamento do cérebro, portanto, trabalhamos melhor quando estamos hidratados. A recomendação de água é de 0,045 ml x kg (por exemplo, uma pessoa que pesa 65 kg deve ingerir 2,9 litros de água por dia). Essa recomendação pode incluir água e chás distribuídos ao longo do dia.
  • Cuidado com o carboidrato! Você já deve estar careca de escutar essa recomendação, mas a ingestão de pães e farinhas (massas, macarrão) é altíssima em pessoas que trabalham mais tempo em casa, pois o acesso é fácil, e é um alimento rápido e prático para preparar.
  • Pratique atividade física regularmente. O exercício regular ajuda na manutenção do sono. Quando o sono ocorre de forma regular e saudável, temos mais facilidade para manter o peso.
  • Durma e acorde sempre em horários regulares e o mais parecido com a rotina de trabalho de escritório. Acordar por volta de 7h e dormir por volta de 22-23h faz com que tenhamos a liberação hormonal adequada durante a noite e tenhamos um dia mais produtivo.
  • Dê preferência e atenção aos alimentos VIVOS. Alimentos que a natureza nos oferece são sempre saudáveis e com certeza devem ser priorizados em qualquer plano alimentar saudável. Eles estão livres de conservantes, corantes, aromatizantes, realçadores de sabores, etc., produtos esses que a indústria alimentícia usa para produzir a maioria dos alimentos.

Use o alimento como a sua fonte de nutrição e energia. Lembre-se de que o seu corpo é a sua principal ”casa” e que, se ele não for bem cuidado e bem tratado, vai ficar mais difícil realizar tarefas rotineiras. Nosso corpo é o nosso maior bem! Não estamos falando de magreza e padrões de beleza. Estamos falando de SAÚDE. Queremos corpos mais saudáveis para vivermos vidas mais saudáveis e mais felizes!

Como vocês podem ver, uma alimentação saudável aliada a uma vida ativa é fundamental para a nossa saúde, principalmente para nós, tradutores, que temos uma vida profissional tão sedentária!

Muito obrigada por aceitar meu convite e nos dar conselhos tão importantes para uma vida mais equilibrada, Cyntia!

Sobre a autora
Foto Cyntia GalanteCyntia Galante é nutricionista formada pela PUC Campinas em 2005 e pós-graduada em Doenças  Crônicas pelo Hospital Albert Einstein. Atua em consultório na cidade de Campinas, SP, desde 2005 e é Personal Diet desde 2008. Idealizadora do Noiva Slim. Siga-a no Instagram em Cyntia Galante e/ou em Noiva Slim. Curta as páginas dela no Facebook em Cyntia Galante Personal Diet e/ou Noiva Slim. Telefone para contato: (19) 98830-1014.