Guest post: Os benefícios da massagem

O que massagem tem a ver com tradução? Tem tudo a ver!

Há alguns anos, tive dores musculares horríveis que só a massagem resolveu. Foi quando a Denise entrou na minha vida. Desde então, não fico sem massagem pelo menos uma vez por mês. Por isso, resolvi convidá-la para escrever no blog. Espero que gostem.

Seja bem-vinda, Denise! 🙂

rawpixel-com-284730

Crédito: rawpixel.comUnsplash

Você conhece a massoterapia?

Bom, com certeza, já deve ter ouvido falar de massagem!

Pois é! A massoterapia vem sendo cada vez mais utilizada e muitos são seus benefícios. Mas a pergunta é: o que é e como surgiu essa técnica?

Desde que a humanidade surgiu, apareceu também a massagem. Isso porque o toque é a forma mais primitiva e intuitiva de cuidar do corpo. Quando sentimos ou batemos qualquer parte do corpo, nossa reação é de friccionar ou segurar o local afetado tentando diminuir a dor.

A origem da palavra “massoterapia” vem do grego antigo, que traduzido significa “amassar”, ou seja, massagem é a manipulação de tecidos moles do corpo com fins terapêuticos. As culturas antigas utilizavam, também, óleos e ervas medicinais durante os métodos de tratamento como forma de promover bem-estar geral e de proteger o corpo de lesões e infecções por meio de fricções. O Do-In, originário da China, é a técnica mais antiga de massagem, tendo sido a precursora de várias outras através do tempo. Como exemplo, podemos citar o Shiatsu, Ayurveda, Tuiná, massagem clássica, Shantala etc. Há registros de desenhos grafados em túmulos, murais e cerâmicas sobre o uso das técnicas de massagem com mais de 5.000 anos na China, Japão, Egito e Pérsia. Entretanto, os chineses foram os primeiros a reconhecer e sistematizar as propriedades curativas da massagem, tendo o livro mais antigo sobre o assunto: o Nei Ching, conhecido como “Livro do Imperador Amarelo”, escrito em 2.800 a.C.

Benefícios/Indicações

A massagem não é apenas para relaxamento. Ela é muito utilizada para alívio de dores musculares e tensionais, mobiliza o sistema linfático e vascular periférico, melhorando a circulação sanguínea, regulando a pressão arterial e eliminando toxinas e resíduos metabólicos, restabelece e mobiliza as articulações ao promover melhora nos movimentos e nutrição destas, promove o bom funcionamento de órgãos e vísceras, reduz o estresse e a ansiedade por meio da liberação da dopamina (neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar), além de proporcionar maior elasticidade da pele.

Não há contraindicações da massagem, sendo indicada inclusive para bebês, crianças, idosos e gestantes.

Dicas

Muitas pessoas têm procurado a massagem como forma de tratar e aliviar dores provocadas por Lesões por Esforço Repetitivo (LER), tendinites, tensões musculares, normalmente ocasionadas por estresse no trabalho, má postura ou sobrecarga de peso. Pessoas que trabalham muito tempo sentadas costumam sofrer muito com isso. Problemas nos punhos e ombros e dores na região lombar são os mais comuns. Por isso, seguem algumas dicas de como aliviar essas tensões temporariamente. Lembrando: sempre procure um profissional para avaliar e tratar o seu caso.

  • Usando uma bolinha (dessas com cravinhos), faça movimentos circulares leves nos braços e nas mãos. Pode-se, também, usar essa mesma bolinha para massagear os ombros, os pés (pise sobre a bolinha e deslize o pé sobre ela), costas (use uma bolinha mais firme e maior, como uma bolinha de tênis, coloque-a na parede e pressione suas costas contra ela, movimentando levemente sobre o local dolorido).

 

  • Alongue-se! A cada 1 ou 2 horas, faça intervalos para um alongamento. Não precisa fazer todos de uma vez, mas escolha uma região e faça um alongamento de pelo menos 15 segundos. Por exemplo, alongar pescoço: segure a cabeça inclinada para um lado, sentindo o alongamento por 15 segundos, e depois troque o lado por mais 15 segundos.

 

imagem5imagem6

  • Quando for passar algum creme corporal nas pernas, comece pelos tornozelos e vá deslizando para cima. Assim, já estará estimulando a circulação dessa região.

imagem7

Apesar de todas essas dicas, não dispense uma massagem profissional. Além de aliviar as tensões e as dores, você se sentirá relaxado, tranquilo e com certeza vai querer voltar para mais algumas sessões. E aí, vai uma massagem hoje?

Sobre a autora
Foto-0020Denise Fertrin R. Franco é fisioterapeuta graduada pela Fundação Hermínio Ometto. Especialista em Osteopatia pelo Colégio Brasileiro de Osteopatia (CBO Piracicaba). Massoterapeuta e Instrutora de Pilates na clínica Espaço Vitali e estúdio Poise Pilates.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s