Guest post: Freelance, but fixed, translator (in Portuguese)

Welcome back, dear followers and readers! Hope you have been enjoying the fantastic World Cup games. Today Brazil plays its second game against Mexico at 4pm (- 3 UTC). Make sure you don’t miss it, because I’m sure the boys will do an amazing job again. ūüėČ

Back to blogging, our guest today is Sofia Rezende, freelance translator who works specifically for one account, and she’ll talk about her job.

Welcome, Sofia!

Image

Tradutora freelancer, mas fixa

Quando a Caroline me convidou para escrever no blog como convidada fiquei sem saber sobre qual assunto eu poderia falar, pois n√£o me considero refer√™ncia em uma √°rea espec√≠fica. Foi ela mesma quem me sugeriu: ‚Äúfale sobre como √© trabalhar como freelancer, mas fixa em uma conta‚ÄĚ. Ent√£o, percebi que h√° alguns aspectos interessantes que posso contar sobre minha rotina de trabalho.

Presto serviços de tradução por meio da minha empresa para uma agência de tradução, especificamente para uma determinada conta. Não entrei nessa situação de propósito, simplesmente aconteceu: comecei a pegar muitos trabalhos de um cliente dessa agência e fui convidada para fazer parte de uma equipe fixa para uma demanda diária. Esse formato de trabalho, como qualquer outro, tem suas vantagens e desvantagens.

Esta é a listinha de vantagens que vejo:

  • Seguran√ßa: voc√™ sabe que todo dia chega um trabalho. √Äs vezes menos, √†s vezes mais, mas sempre chega (no meu caso, na maioria das vezes, chega mais).
  • Rendimento: como o cliente √© sempre o mesmo, o assunto tende a ser semelhante. Isso exige menos pesquisa do que quando se trabalha com assuntos muito diferentes. Assim, √© poss√≠vel traduzir um volume maior em menos tempo. Voc√™ acaba se familiarizando com um gloss√°rio e um guia de estilo espec√≠ficos.
  • Feedbacks: recebo muitos (em quase 100% dos trabalhos), tanto dos revisores da equipe da ag√™ncia, quanto do revisor do cliente final. Isso ajuda a melhorar a qualidade da tradu√ß√£o.
  • Relacionamento: h√° quase tr√™s anos tenho uma rela√ß√£o com o mesmo gerente de projeto e a mesma equipe de tradutores e revisores. Conversamos por e-mail, Skype, Facebook e j√° me encontrei com eles pessoalmente uma vez. Essa √© uma bela vantagem: almo√ßo anual com a equipe pago pela ag√™ncia! (rsrs) Em uma profiss√£o solit√°ria, esse contato e apoio s√£o muito valiosos. Aprendemos uns com os outros e nos ajudamos em momentos de aperto.
  • Remunera√ß√£o: como voc√™ se especializa de alguma forma em um cliente e reserva um espa√ßo na sua agenda para ele, consegue negociar um valor superior para compensar essa dedica√ß√£o.

Bom demais para ser verdade, não é? E é mesmo. Existem também desvantagens em se trabalhar apenas para um cliente e/ou uma conta:

  • Inseguran√ßa: por um lado, h√° a seguran√ßa de todo dia chegar algum trabalho, mas, se um dia o cliente for embora ou se a ag√™ncia fechar as portas, o tradutor fica sozinho e sem trabalho. √Č o famoso ‚Äúcolocar todos os ovos no mesmo cesto‚ÄĚ.
  • Monotonia: como o cliente √© sempre o mesmo, o assunto ser√° quase sempre igual e tem hora que realmente fica mon√≥tono. Isso pode atrapalhar seu desempenho.
  • Compromisso: o gerente de projetos conta sempre com sua disponibilidade, que foi pr√©-acordada em X horas por dia, em um per√≠odo de tempo espec√≠fico. Na conta em que trabalho, h√° demandas grandes com prazos maiores, mas h√° muitos trabalhos pequenos de 20, 50 e 200 palavras, por exemplo, com prazos curtos. Por isso, h√° a necessidade de uma equipe de plant√£o pronta para fazer entregas em hor√°rios pr√©-estabelecidos. Acontece que, nesta semana, voc√™ tem um m√©dico na segunda √†s 11h, precisa buscar a m√£e no aeroporto na ter√ßa √†s 15h, sua cachorra vai ser castrada na quarta e sexta tem reuni√£o de pais na escola do seu filho. √Č preciso avisar o gerente de projetos com alguma anteced√™ncia sobre suas aus√™ncias.
  • Plant√£o em feriado: exceto nos feriados internacionais, nas datas comemorativas o cliente continua mandando trabalho e h√° demanda para a equipe. O gerente de projetos sempre consulta quem estaria disposto a trabalhar no feriado. Coloquei como uma desvantagem, mas n√£o √© necessariamente algo ruim. Voc√™ acaba ganhando mais com isso, mas todo feriado eu fico ‚Äútentada‚ÄĚ a trabalhar em vez de folgar e aproveitar.

O que eu considerei vantagem e desvantagem aqui voc√™ pode considerar o oposto. Tudo vai depender das suas prefer√™ncias pessoais. No in√≠cio tive um per√≠odo de adapta√ß√£o, mas hoje esse formato funciona muito bem para mim. Espero que contar um pouco sobre minha realidade tenha ajudado voc√™ a conhecer uma forma diferente de trabalhar como tradutor aut√īnomo.

Thanks for accepting my invitation and taking the time to write about your experience to our readers, Sofia! I’m sure we have all learned something new with it. ūüôā

Is anyone else a freelance translator, but works with a specific account only? If not, would you like to work like that?

Author bio
ImageSofia Rezende é tradutora e intérprete com graduação em Letras pela UFMG, pós-graduação em tradução pela Gama Filho e formação básica em interpretação de conferência pela Versão Brasileira. Atua na área de tradução desde 2008.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s